A perseguição ou o longo caminho que vai de Zero a Ene

Estreou em: 02/06/2012 no Teatro SESC Palmas
Apresentações: Temporada de 14 apresentações em 2012;

Sinopse: Zero é o perseguidor. Ene, o perseguido. Zero busca retomar a unidade que perdeu e Ene se mantém equidistante. Eles desejam ser visíveis para os outros, mais que isso: serem como os outros, existirem. Qual o método que lhes dará captação? A ciência? A arte? A religião? Será necessária a antropomorfização… Então vamos! Procure imaginar ou intuir um jogo entre dois pontos. Procure medir o longo caminho que vai de zero a ene. Aposte, participe, resolva. Depois, se quiser, acorde.

Texto: Timochenco Wehbi
Gênero: Absurdo
Duração: 45 minutos
Indicação etária: 12 anos

Direção e Cenário: Tales Monteiro
Figurino: Karla Pollyanna
Iluminação e Questionador corporal: Jhon Weiner
Elenco: Karla Pollyanna (Ene), Tales Monteiro (Zero)
Músico: Gabriel Rosa
Assessoria de Imprensa: Lorena Dias
Fotos: Beto Monteiro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s